Details

Efeitos de freqüência nas representações mentais

by Silva Huback, Ana Paula

Abstract (Summary)
Esta tese analisa os grupos de plurais terminados em ão, l e ditongo em u do Português Brasileiro. Nesses grupos de palavras, observa-se, sobretudo em situações informais de comunicação, a utilização de formas de plurais diferentes daquelas previstas pela gramática normativa do Português Brasileiro, como escrivões em vez de escrivães, sals no lugar de sais, ou degrais por degraus. Através de experimentos realizados com falantes nativos brasileiros, argumenta-se que está havendo uma reorganização desses grupos de plurais, devido, sobretudo, a efeitos de freqüência de tipo (paradigma lingüístico) e de ocorrência (repetição dos itens léxicos). Diferentes modelos de léxico mental são discutidos, a fim de verificar qual deles seria capaz de justificar melhor a distribuição dos dados para essas classes de plurais. Como conclusão, defende-se a existência de um léxico mental plástico, remodelado a partir do uso da língua em situações concretas de comunicação. Tal concepção é compatível com o Modelo de Redes (BYBEE, 1995, 2001) e com a Teoria dos Exemplares (PIERREHUMBERT, 2000, 2001a, 2001b).
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Thais Cristofaro Alves da Silva; Eleonora Cavalcante Albano; Maria Marta Pereira Scherre; Jania Martins Ramos; Fabio Alves da Silva Junior; Heliana Ribeiro de Mello; Marco Antonio de Oliveira

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Língua portuguesa. Gramática Teses Lingua portuguesa Portugues falado Teses. Número Fonologia lexical

ISBN:

Date of Publication:03/30/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.