Details

Efeito do jejum alimentar na qualidade da carne de frangos de corte criados em sistema convencional

by Jorge Castro, Janaina Boccia

Abstract (Summary)
O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito de diferentes períodos de jejum alimentar (3, 6, 9, 12, 15 e 18 horas) sobre a perda de peso vivo em frangos de corte criados em sistema convencional e o rendimento de carcaça quente e fria (antes e após o resfriamento), além de avaliar os atributos de qualidade da carne de peito de frango. Neste experimento foram utilizados frangos de corte da linhagem Ross com 46 dias de idade. Os resultados encontrados mostraram que o tempo de jejum prolongado teve efeito significativo (p?0,05) sobre a perda de peso das aves antes do abate, com perda de 5% para um jejum de 12h. Conforme os períodos de jejum aumentavam, também incrementava a quantidade de peso perdido na carcaça viva. Registrou-se um elevado rendimento de carcaça quente com um período entre 3 e 6 horas de jejum e reduzido, a partir de um período de 9 horas acusou uma diferença significativa (p?0,05). A carcaça fria apresentou uma diminuição no seu rendimento, à medida que aumentou o tempo do jejum, com diferença significativa (p?0,05), que foi observada a partir de 6 horas de jejum. Os resultados encontrados neste estudo não mostraram que o tempo prolongado da privação de alimentos tenha efeito significativo (p?0,05) sobre a força de cisalhamento (kgf. cm-2) da carne de peito. Quanto à coloração, o aumento do período do jejum alimentar, tornou a carne de peito mais escura, porém não apresentou diferença significativa. Pelos dados da correlação dos atributos de qualidade, foi observada, para o valor de L*, uma relação negativa com o valor do pH da carne, pois, conforme aumentava o pH, o valor de L* diminuía. Observou-se, também, a correlação positiva entre o valor do pH e o CRA. Portanto, à medida que o pH da carne de peito aumentava, a CRA também incrementava. A correlação positiva encontrada entre a perda por cocção e a força de cisalhamento demonstrou que o aumento da perda de peso pela cocção influenciou negativamente a maciez da carne. De acordo com os resultados encontrados em relação ao rendimento de carcaças, o período entre 3 e 9h de jejum alimentar apresentou o melhor resultado. E quanto às qualidades físico-químicas da carne de peito de frango, não se encontrou diferença significativa entre os diferentes períodos de jejum.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Carmen Josefina Contreras Castillo; Carmen Josefina Contreras Castillo; Ernani Porto; Marco Antonio Trindade

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: frango de corte jejum alimentar qualidade dos alimentos

ISBN:

Date of Publication:08/30/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.