Details

Efeito da peçonha de Bothrops moojeni sobre formas promastigotas de Leishmania spp

by Castilhos, Patrícia de

Abstract (Summary)
O estudo do tratamento de doenças infecciosas vem desenvolvendo ferramentasalternativas e muitas substâncias estão sendo testadas no tratamento de parasitoses, comoLeishmanioses. Com esta proposta, a peçonha de serpentes tem sido estudada como droga capazde alterar a viabilidade de parasitos. Neste trabalho, foi avaliado o efeito da peçonha de Bothropsmoojeni e suas Frações protéicas na viabilidade, na produção de NO, na infectividade e nasproteínas de promastigotas de Leishmania ?in vitro?. A peçonha de Bothrops moojeni foifracionada em cinco Frações (E1 a E5) por cromatografia de troca iônica e usadas no tratamentode promastigotas de L. (L.) amazonensis e L. (V.) braziliensis. A viabilidade foi analisadautilizando-se o MTT como substrato e a produção de óxido nítrico foi determinada nosobrenadante das culturas dos parasitos pelo método de Griess. Foi observado que a Fração E5inibe fortemente a produção de NO em diferentes concentrações em L. amazonensis, enquantoem L. braziliensis a produção de NO apresentou aumento. Também foi observado que a peçonhainibe a viabilidade de ambos parasitos de forma dose-dependente, enquanto a Fração E5 inibe aviabilidade de L. amazonensis. Além disso, os parasitos tratados com peçonha apresentaram aproteína de 64 kDa de L (L.) amazonensis aparentemente degradada em duas outras proteínas de56 e 51 kDa respectivamente. Quando Leishmania spp foi tratada com Fração E5 e comanfotericina B não foi observado nenhuma alteração no perfil eletroforético dos parasitos. E apósos estudos com a Fração E5 obtida na cromatografia de troca iônica, a mesma foi eluída emcromatografia de exclusão molecular e foram obtidos seis novos picos de Frações protéicas(E5G1 a E5G6). Estes foram testados na viabilidade celular de Leishmania (L.) amazonensis e oparasito somente foi sensível às subFrações E5G1 (amp;#8805; 0.156 amp;#956;g) e E5G5 (amp;#8805; 0.313amp;#956;g). Adicionalmente foram analisados o efeito da peçonha de Bothrops moojeni e da Fração E5 naprogressão da lesão de camundongos BALB/c infectados por L. amazonensis. Durante o períodode acompanhamento da evolução da lesão (6 semanas), verificou-se que a espessura das patasdos animais infectados com parasitos tratados até este período, não aumentou em relação à patacontralateral não infectada. Assim, demonstramos que peçonha de Bothrops moojeni e suasFrações protéicas alteram o perfil protéico e reduzem a viabilidade celular e a produção de NOpor Leishmania, levando a diminuição da infectividade dos parasitos tratados, observados pelaausência de lesão nas patas dos camundongos inoculados com parasitos tratados com asrespectivas drogas.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Fábio de Oliveira; Clarice Abramo; Maria Aparecida de Souza

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:IMUNOLOGIA APLICADA Leishmania (Leishmania) amazonensis (Viannia)braziliensis Viabilidade de promastigotas Leishmaniose

ISBN:

Date of Publication:07/31/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.