Details

Discurso da Servidão Voluntária:Relações de Força e de Liberdade na obra de La Boétie

by Toneti, Edson Donizete

Abstract (Summary)
O objetivo do presente trabalho é propiciar um discernimento ante as ambigüidadessuscitadas pelo Discurso da Servidão Voluntária no seu percurso histórico, desde seunascedouro, passando pelas apropriações de determinados grupos, até as diferentes ópticas deleitura. Na tentativa de compreender o porquê da servidão voluntária, Etienne de La Boétiereescreve as bases do poder à luz da Antigüidade, donde originam-se as relações de força. Ainsuficiência de respostas convincentes na motivação da servidão remete o Autor a buscarluzes nas relações de liberdade, já que é natural ao homem ser livre, mas não é natural aohomem servir. La Boétie tece considerações que permitem concluir que na tirania acumplicidade, a igualdade e o companheirismo podem soar extremamente falsos. O antídotomais eficaz no enfrentamento destes desvios, como forma de reencontrar a liberdadeesquecida, é o bom exercício da amizade. A atualidade do Discurso da Servidão Voluntáriareside no fato de ser um perene paradigma para a análise de todo e qualquer tipo de exercícioda tirania. A sabedoria que permite decifrar as estratégias do poder despótico, bem como suadesmistificação, assim como a amizade que, uma vez re-politizada permite novas relações noespaço público, se apresentam como escapatórias à viciosa e comum servidão voluntária
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria Constança Peres Pissarra

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Amizade Servidão Voluntária La Boetie, Etienne de -- 1530-1561 Discurso da servidao voluntaria Critica e interpretacao

ISBN:

Date of Publication:12/18/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.