Details

Dialelo parcial circulante interpopulacional em milho (Zea mays L.): efeito do número(s) de cruzamentos.

by Fuzatto, Sandro Ricardo

Abstract (Summary)
No esquema de cruzamentos do dialelo parcial circulante interpopulacional (DPCI) cada linhagem da população é cruzada com s linhagens da população contrastante. O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito do número s nas estimativas de capacidade geral de combinação (CGC) e capacidade especifica de combinação (CEC) de linhagens S1 para duas populações contrastantes (GN-03 e GN-04) de milho (Zea mays L.). Dois dialelos (DPCI A e DPCI B) com 50 linhagens cada, foram cruzadas (GN-03 x GN-04) usando s=6, de acordo com o esquema circulante de cruzamento. Dos 300 híbridos possíveis de cada dialelo, foram obtidos 297 no DPCI (A) e 282 no DPCI B. Os híbridos foram avaliados em três locais (Piracicaba-SP e Uberlândia-MG, com três repetições; e em Jataí-GO com duas repetições); o DPCI B foi avaliado somente nos dois primeiros locais. Os híbridos foram divididos em seis experimentos para cada DPCI. As análises foram realizadas para cada experimento e agrupadas posteriormente; os caracteres analisados foram peso de espigas (t/ha) e altura de planta (cm). As análises do DPCI foram realizadas para diferentes tamanhos de s, a saber, s=3, 4, 5, e 6. A produtividade média dos híbridos S1 x S1 nos dois grupos variou de 94% a 99% em relação à média das testemunhas em Uberlândia e Piracicaba. Na época safrinha avaliada em Jataí, a média dos híbridos foi 17% superior a média da testemunha. A fonte de variação CEC não mostrou significância em todos locais e caracteres avaliados. Em alguns casos a perda de graus de liberdade para a fonte de variação CEC com a redução de s, diminuiu o poder do teste de F. A redução de s levou a uma maior variação das estimativas de CGC e também a uma diminuição na precisão das estimativas de CEC. Os coeficientes de correlação (r) entre os valores obtidos pelo modelo reduzido ( j i ij g? + g? + ? = Y ? m ) com os observados ( ij ij j i ij e + s + g + g + = Y m ) foram calculados para ambos os dialelos em todos os locais. Os maiores coeficientes de correlação foram observados com os menores valores de s, induzindo à falsa interpretação de que as estimativas de CEC têm pouca influência na média do híbrido.Resultados consistentes foram obtidos quando utilizou-se o mínimo de cinco cruzamentos por parental (s=5), pois pode-se obter estimativas significativas e adequadas de CGC e CEC. As estimativas de componentes de variância ao nível interpopulacional foram estimados para o caráter peso de espigas, usando s=6 . As estimativas de variância aditiva expressas em (g/planta)2 foram 120,56, 61,92 e 38,44 para os locais Piracicaba, Uberlândia e Jataí, respectivamente. A variância de dominância foi superior a variância aditiva ao nível interpopulacional em todos os locais. As relações encontradas foram 6,05, 4,30 e 7,15 para os locais Piracicaba, Uberlândia e Jataí, respectivamente evidenciando a importância dos efeitos não aditivos entre as populações.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Jose Branco de Miranda Filho; Edward Madureira Brasil; Antonio Augusto Franco Garcia; Eliana Patricia Gorgulho; Jose Branco de Miranda Filho; Pedro Hélio Estevam Ribeiro

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:cruzamento linhagens vegetal variação genética

ISBN:

Date of Publication:04/15/2003

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.