Details

Desenvolvimento e validação de um método para determinação de colesterol em farinha de carne e ossos em mistura de alimentos para ruminantes utilizando cromatografia gasosa.

by Bandeira, Cecilia Muller

Abstract (Summary)
presente trabalho teve como objetivo desenvolver e validar um método utilizando cromatografia para detecção de farinha de carne e ossos (FCO) em mistura de alimentos (ração) para ruminantes, pela determinação de colesterol, a fim de evitar a contaminação dos animais com a doença encefalopatia espongiforme bovina. Foram testados cinco métodos para o preparo da amostra e destes, a saponificação da amostra sem aquecimento foi selecionado. As melhores condições para saponificação e extração da matéria insaponificável foram definidas por planejamentos experimentais, fatorial e completo, com pontos centrais. A técnica de cromatografia gasosa (CG) foi escolhida devido a sua maior sensibilidade e melhor separação do pico de colesterol, na presença de outros esteróis. Foi utilizada coluna capilar polar de polietilenoglicol 30mx0,25mmx0,25µm e detector por ionização em chamas (DIC). As condições do CG foram: injeção 1 µL, injetor à 260 ºC, coluna à 100 ºC/2 min e à 260 ºC/48 min (15 ºC/min), fluxo 1,68 mL/min, gás de arraste hidrogênio e DIC à 300 ºC. A identificação do colesterol foi feita por comparação do tempo de retenção do padrão e da amostra e por co-cromatografia e a confirmação por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) e espectrometria de massas (EM). Parâmetros da CLAE: fase móvel acetonitrila:isopropanol (98:02); coluna C18, 100x4,6mmx4µm (Chromolith), vazão 1 mL/min. Parâmetros do EM: analisador íon-trap, fonte APCI à 450 °C, modo positivo, corona à 4000 nA, dry gas N2 à 350 °C, fluxo 5 L/min, nebulizador à 65 psi, energia de fragmentação MS/MS 1,4 V, faixa de aquisição 100 a 700 (m/z). O método foi validado por seletividade, especificidade, linearidade, limite de detecção (LD), limite de quantificação (LQ), precisão, exatidão e robustez. O pico de colesterol apresentou excelente resolução e a CLAE-EM confirmou especificidade. Os coeficientes de determinação para avaliação da linearidade foram superiores a 0,9997. O LD e LQ foram 0,001 e 0,003 mg/g, respectivamente. A recuperação e coeficiente de variação (CV) nas amostras de ração fortificadas com padrão de colesterol (0,01; 0,025; 0,05; 0,1; 0,25 e 0,5 mg/mL) foram respectivamente de 84 a 86,7 % e de 2,9 a 4,0 %. As concentrações de colesterol obtidas na ração e na FCO foram, respectivamente 0,02 e 0,4 mg/g. O método proposto apresentou precisão, exatidão e a capacidade de detectar FCO na ração, pela determinação de colesterol, em concentrações superiores a 0,025 mg/g.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Jose Maria Ferreira; Eloisa de Oliveira Simoes Saliba; Eduardo Souza Vieira Machado; Neura Bragagnolo

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:ruminante alimentaã§ã£o e raã§ãµes teses farinha de carne osso como raã§ã£o anã¡lise cromatogrã¡fica espectrometria massa

ISBN:

Date of Publication:02/28/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.