Details

Desenvolvimento de mudas de tamarindeiro: tamanhos de recipiente, substratos, peso de sementes e profundidades desemeadura

by de Almeida, Marcelo Sales

Abstract (Summary)
O trabalho teve como objetivo ampliar os conhecimentos na produção de mudasde tamarindeiro (Tamarindus indica L.) estudando os efeitos de diferentes tamanhos derecipientes e doses de vermiculita em substrato comercial e tamanho de semente emdiferentes profundidades de semeadura na produção de mudas durante a fase de viveiro.Os experimentos foram conduzidos na Fazenda Experimental Água Limpa no setor deFruticultura, em um viveiro com telado anti-afídios, malha de 0,38 mm2. A Fazenda estásituada a 19º05?23? de latitude sul e 48º21?28? de longitude oeste, e altitude deaproximadamente 792 m, no município de Uberlândia-MG. Os delineamentosexperimentais foram inteiramente casualizados, com os tratamentos distribuídos emesquemas fatoriais 3 x 3 e 2 x 3. No primeiro experimento, foram utilizadas três dosesde vermiculita (0%, 10% e 20% vv ¹) em três tamanhos de recipiente (18 x 30 cm, 20 x25 cm e 25 x 35 cm), e no segundo experimento, utilizou-se dois tamanhos de semente(pequenas e grandes) e três profundidades de semeio (1; 2 e 3cm), ambos com 5repetições e 5 mudas por parcela. Os experimentos foram realizados no período de 26de dezembro de 2006 a 4 de junho de 2007. No primeiro experimento, os resultadosmostraram que a altura das mudas de tamarindeiro não foi influenciada pelos diferentestamanhos de recipiente e uso de vermiculita. No entanto, o maior recipiente (25 x 35cm) propiciou melhor comprimento de raiz. Todavia, diminuiu o diâmetro de caule e amassa seca da parte aérea das mudas de tamarindeiro. Já a mistura de vermiculita aosubstrato promoveu melhores resultados quanto ao diâmetro de caule, número de folhas,massa seca da parte aérea e de raízes. No segundo experimento, os resultadosmostraram que as sementes grandes propiciaram mudas de tamarindeiro de qualidadesuperior, em relação à altura de muda, diâmetro de caule, massa seca, tanto do sistemaradicular, como da parte aérea. Quanto à profundidade de semeio, não houve diferençasignificativa para todas as características avaliadas. CAPITULO I: O objetivo do presente experimento foi avaliar o efeito de diferentes doses devermiculita e o tamanho dos recipientes no desenvolvimento e na qualidade de mudasde tamarindeiro. O experimento foi conduzido em um viveiro com tela anti-afídios,malha de 0,38 mm2, no setor de Fruticultura da Fazenda Experimental Água Limpa,município de Uberlândia (MG), no período de 26 de dezembro de 2006 a 4 de junho de2007. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com os tratamentosdistribuídos em esquema fatorial 3 x 3, com 5 repetições e 5 mudas por parcela, sendoos fatores três doses de vermiculita ( 0%, 10% e 20% vv ¹) e três tamanhos de recipiente(18 x 30 cm, 20 x 25 cm e 25 x 35 cm). Para a avaliação do desenvolvimento das mudasde tamarindeiro, foi determinado o número de folhas, diâmetro do caule, altura damuda, comprimento da raiz, peso da matéria seca da parte aérea e das raízes. Osresultados mostraram que a altura das mudas de tamarindeiro não foi influenciada pelosdiferentes tamanhos de recipiente e uso de vermiculita. O maior recipiente (25 x 35 cm)propiciou melhor comprimento de raiz, todavia, diminuiu o diâmetro de caule e a massaseca da parte aérea das mudas de tamarindeiro. Já a mistura de vermiculita ao substratopromoveu melhores resultados quanto ao diâmetro de caule, número de folhas, massaseca da parte aérea e de raízes. CAPITULO II: Com o objetivo de avaliar a influência dos tamanhos de semente e aprofundidade de semeadura sobre o vigor e o desenvolvimento vegetativo das mudas detamarindeiro (Tamarindus indica L.), conduziu-se um experimento em um viveirotelado, de malha 0,38 mm2, na Fazenda Experimental Água Limpa, no setor deFruticultura, município de Uberlândia (MG), no período de 26 de dezembro de 2006 a 4de junho de 2007. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com ostratamentos distribuídos em esquema fatorial 2 x 3, com 5 repetições e 5 mudas porparcela, sendo os fatores: dois tamanhos de semente, pequenas e grandes (65,60 g/100sementes; 94,54 g/100 sementes) respectivamente, e três profundidades de semeio (1; 2e 3cm). Avaliou-se o número de folhas, diâmetro do caule, altura da muda,comprimento da raiz, massas secas da parte aérea e das raízes. Os resultados obtidosmostraram que as sementes de tamarindo influenciaram o desenvolvimento inicial dasmudas. Quanto à profundidade de semeio, não houve diferença significativa entre todasas características avaliadas nas mudas.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Mauricio Martins; Pedro Henrique Ferreira Tomé; Monalisa Alves Diniz da Silva; Berildo de Melo

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:peso de semente AGRONOMIA Tamarindo - Mudas

ISBN:

Date of Publication:03/07/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.