Details

SOROPREVALÊNCIA DE INFECÇÕES VÍRICAS EM CÃES DE SANTA MARIA, RS; SELEÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE LINHAGENS CELULARES RESISTENTES AO VÍRUS DA DIARRÉIA VIRAL BOVINA

by Dezengrini, Renata

Abstract (Summary)
O presente trabalho relata um inquérito sorológico das principais infecções víricas de cães em Santa Maria, RS, Brasil e a obtenção de linhagens celulares de origem canina, suína e leporina resistentes ao vírus da Diarréia Viral Bovina (BVDV). As infecções pelo vírus da cinomose (CDV), parvovírus (CPV), adenovírus (CAV) e coronavírus (CCoV) são importantes causas de morbidade e de mortalidade em cães em todo o mundo. Com o objetivo de determinar a prevalência de anticorpos contra esses vírus na população canina da cidade de Santa Maria, coletou-se amostras de sangue de 817 cães não-vacinados, em 14 bairros. Estas foram testadaspela técnica de soroneutralização (CDV, CAV e CCoV) ou inibição da hemaglutinação (CPV). Anticorpos específicos contra o CDV foram detectados em 27,3% (223/817) dasamostras, contra o CPV em 68,7% (561/817), contra o CAV em 43% (353/817) e contra o CCoV em 50,4% (412/817) dos cães. Esses resultados demonstram que esses vírus estãodifundidos na população canina dos bairros da cidade. Por outro lado, demonstram também que uma parte considerável da população é soronegativa e, portanto está desprotegida contra esses agentes, indicando a necessidade de se ampliar os programas de vacinação para essas infecções. Durante a padronização das técnicas sorológicas e expansão dos cultivos celulares para amplificação dos vírus, detectou-se a contaminação da linhagem de células caninas MDCK com o BVDV, o principal vírus contaminante de cultivos celulares. A contaminação inadvertida de cultivos celulares com o BVDV pode representar um sério problema para o diagnóstico virológico, pesquisa e produção de imunobiológicos. A segunda parte dessa dissertação descreve a produção e caracterização de três linhagens celulares resistentes aoBVDV, obtidas a partir das células parentais de origem canina (MDCK), suína (PK-15) e leporina (RK-13) que estavam contaminadas com o BVDV. Essas células foram submetidas aquatro ciclos de infecção com uma cepa citolítica de BVDV. As células que sobreviveram a infecção lítica foram clonadas, expandidas e testadas para a sua susceptibilidade ao BVDV eoutros vírus de interesse. A resistência ao BVDV foi investigada pela pesquisa de antígenos virais por imunofluorescência indireta e por cocultivo com células susceptíveis após a inoculação do vírus em altos títulos. As três linhagens celulares demonstraram ser resistentesa três cepas-padrão (Singer, NADL e Oregon) e a 10 isolados de campo do BVDV. A inoculação do BVDV nessas células com uma multiplicidade de infecção de 10 DICC50/célularesultou em freqüências de infecção de <10-5 para as células MDCK-R e PK-15R; e de 3,3x10-4 para as células RK-13R. Comparando-se com as células parentais, verificou-se queas linhagens resistentes são >10.000 (MDCK-R), >20.000 (PK-15R) e 600 (RK-13R) vezes menos susceptíveis ao BVDV. A inoculação do vírus nas células resistentes na presença depolietilenoglicol (PEG) resultou em um aumento na susceptibilidade dessas células na ordem de >437 (MDCK-R), >346 (PK-15R) e 87 vezes (RK-13R). Esses resultados indicam que a resistência dessas linhagens ao BVDV reside em um bloqueio na penetração do vírus, que pode ser parcialmente revertido pela adição do PEG. Por outro lado, cada linhagem resistente conservou a susceptibilidade a outros três vírus que replicam nas células parentais. Essas características tornam essas linhagens celulares potencialmente úteis para o diagnóstico, amplificação de vírus e produção de vacinas, sem o risco de contaminação acidental com o BVDV.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Luciane Teresinha Lovato; Eduardo Furtado Flores

School:Universidade Federal de Santa Maria

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:vírus da cinomose contaminação celular células resistentes

ISBN:

Date of Publication:02/20/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.