Details

PERCEPÇÃO DAS PESSOAS IDOSAS SOBRE INSTITUCIONALIZAÇÃO E POSSIBILIDADES DE SEREM CUIDADAS PELOS ENFERMEIROS NAS ILPIs, NO ANO DE 2026. Perception of the old persons on the institucionalization and possibilities to be taken care for the nurses in the ILPs, in the year of 2026.

by da Silva, Bárbara Tarouco

Abstract (Summary)
A pesquisa teve como objetivos conhecer os fatores que levaram as pessoas idosas a residirem em Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) em uma cidade no Sul do país; identificar como percebiam a instituição, os outros residentes e trabalhadores; identificar sua percepção acerca dos cuidados de enfermagem que recebiam; e elaborar cenários futuros de atuação do enfermeiro brasileiro em 2026, frente ao cuidado direcionado às pessoas idosas residentes em ILPI. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, fazendo parte de um projeto de pesquisa interinstitucional denominado ?Instituições de Longa Permanência para Idosos ? ILPs no Brasil: tipologia e proposta de modelo básico de assistência multidimensional?. Ela foi desenvolvida em duas etapas, sendo a primeira um estudo exploratório-descritivo, numa ILPI localizada na cidade do Rio Grande/RS. Participaram 21 idosos residentes na instituição. Utilizou-se como instrumento de coleta de dados um guia de entrevista contendo questões acerca dos motivos da institucionalização e do cuidado de enfermagem voltado à pessoa idosa. Na segunda etapa, realizou-se um estudo prospectivo com seis enfermeiros integrantes do projeto interinstitucional, aos quais foi aplicado um questionário. Para a análise dos dados, na segunda etapa da pesquisa, utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). Na primeira etapa, verificou-se a predominância de mulheres, na faixa de 71 a 75 anos. O tempo de moradia variou de poucos dias a mais de 15 anos. Os principais motivos da institucionalização foram a decisão própria e a presença de doenças crônicas não-transmissíveis. Nove idosos referiram perceber a ILPI como sua nova casa, porém não consideram os demais residentes e os trabalhadores como sua nova família. Como cuidados de enfermagem, citaram: disponibilização de medicações e vacinas, cuidados com a alimentação, aferição dos sinais vitais, e uma atenção maior para com os idosos. Partindo dessas questões, elaborou-se o cenário atual do cuidado de enfermagem à pessoa idosa no ano de 2008. Na segunda etapa, foram consideradas cinco categorias: Papel da ILPI na vida das pessoas idosas e seus familiares, em 2026; Desafios para o Brasil, no ano de 2026, acerca do cuidado de Enfermagem para idosos residentes em ILPI; Cuidados de Enfermagem necessários para os idosos residentes em ILPI, em 2026; Possibilidades de realização dos cuidados de Enfermagem aos idosos residentes em ILPI, no Brasil, no ano de 2026; Preparação do enfermeiro brasileiro para enfrentar o cuidado de Enfermagem para os idosos residentes em ILPI, em 2026. Cada categoria possibilitou a criação de um cenário para o ano de 2026, no que se refere ao cuidado de enfermagem às pessoas idosas residentes em ILPI. Esses cenários serviram para direcionar a um futuro impactante da enfermagem gerontogeriátrica, principalmente no que diz respeito à necessidade da realização de cuidados de enfermagem voltados à pessoa idosa institucionalizada. A pesquisa teve parecer favorável do Comitê de Ética e Pesquisa com Seres Humanos, da Universidade Federal de Santa Catarina (CEP/UFSC), sob o número de processo 013/07 e cadastrado no CONEP, com o número do documento FR/123519.
Bibliographical Information:

Advisor:Silvana Sidney Costa Santos; Marilene Rodrigues Portella; Marlene Teda Pelzer; Vera Lúcia de Oliveira Gomes

School:Fundação Universidade Federal do Rio Grande

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:enfermagem instituição de longa permanência idoso nursing institution of long permanence senior

ISBN:

Date of Publication:11/25/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.