Details

Da ação e do sujeito da ação:: um estudo sobre a natureza e o funcionamento do ato assertivo de crítica em intervenções responsivas

by Veiga Garbelini, Jusceia Aparecida

Abstract (Summary)
A presente pesquisa tem como objetivo empreender uma reflexão sobre o ato assertivo de crítica, objeto discursivo-social, contrastador de crenças e saberes que povoam nossas relações interpessoais cotidianas. Almejou-se escrutinar tal ato, a partir de sua tessitura e funcionamento, bem como apreender sua justificativa em uma dimensão de racionalidade e intencionalidade. A investigação deu-se a partir de intervenções responsivas de FHC em diferentes estatutos sociais (Senador, Candidato à Presidência e Presidente da República), as quais foram extraídas do corpus de entrevistas transcritas do programa Roda Viva da TV Cultura de São Paulo. Diante do desafio para entender, senão o "ato total", na esteira do dizer austiniano, porém amplos aspectos constitutivos do mesmo, realizou-se uma integração de conceitos advindos da Teoria dos Atos de Fala, da Semiolingüística e da Teoria da Ação. Para a consecução do objetivo proposto, observou-se o modo como os referidos estatutos introjetam-se na constituição desse objeto discursivo. Da observação do funcionamento dos parâmetros da força assertiva de crítica (ponto reportando um estado de coisas tomado como verdadeiro, modo realizando um julgamento negativo, expressão temporal do conteúdo proposicional no passado/presente, conhecimento do estado de coisas pressuposto nas condições preparatórias, compatibilidade do estado mental nas condições de sinceridade) pôde-se extrair a seguinte tipologia: crítica direta com predicação nominal e crítica oblíqua com predicação verbal, além de uma categorização a partir do estado de coisas alvo da apreciação (crítica metadiscursiva, metacrítica e metapolítica). Também uma identidade comunicacional do sujeito/comunicante e enunciador pôde ser construída pela atividade do sujeito na realização da mise en scène discursiva, através da inter-relação entre estatutos, papéis sociais e linguageiros, acionados no e pelo contrato comunicacional. Por fim, partindo do posicionamento de que clivagens, sobredeterminações ou o conjunto de coerções não anulam a racionalidade para a ação do sujeito, acionamos o conceito de intencionalidade, bem como o de razão primária para investigar as dimensões de racionalidade e liberdade do sujeito em suas ações/produções discursivas. Da conjugação dos diferentes aspectos analisados, o ato assertivo de crítica emergiu como uma expressão da autonomia do sujeito por excelência, propiciando movimentos que impedem a unidimensionalidade pela emergência de antagonismos materializados pela racionalidade comunicacional intersubjetiva.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Hugo Mari; Antônio Luiz Assunção; Miria Gomes de Oliveira; Paulo Henrique Aguiar Mendes; William Augusto Menezes; Guilherme Jorge de Rezende; Antonio Augusto Moreira de Faria

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Atos de fala (Linguistica) Teses. Análise do discurso Interação social

ISBN:

Date of Publication:10/09/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.