Details

Custo Humano da Atividade e Estratégias de Mediação em UTI no Distrito Federal: ?Enquanto há vida, há esperança!?

by de Paula, Evanise Hundsdorfer

Abstract (Summary)
É crescente o índice de acidentes no trabalho nos serviços de saúde. Os estudos desenvolvidos nesta área são ainda incipientes e mais direcionados ao estabelecimento de nexos causais entre os fatores de risco. Na UTI, tais estudos são ainda mais escassos. Esta pesquisa tem o intuito de ir além dos aspectos biológicos, buscando envolver os aspectos mais subjetivos os quais, em inter-relação com a dinâmica do ambiente social dos profissionais, contribuem tanto para a produção de vivências de bem-estar como para as vivências de mal-estar. Preocupa-se ainda, com a com a necessidade de produzir conhecimento subsidiário para a implementação de políticas públicas que viabilizem a melhoria da saúde da população, tanto do servidor como do usuário. Este estudo de caso teve como objetivo investigar o Custo Humano da Atividade, as Estratégias de Mediação utilizadas pelos servidores de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um Hospital Público e suas implicações para as vivências de bem-estar e mal-estar no trabalho. Os participantes foram todos os servidores da UTI que tinham contato direto e intenso com pacientes: sete médicos, sete enfermeiros e trinta técnicos de enfermagem. A metodologia utilizada na pesquisa foi Análise Ergonômica do Trabalho, com a utilização de observação livre, de análise documental, de entrevista do tipo semi-estruturada e de aplicação de escalas psicométricas (ITRA). Três questões nortearam a démarche de investigação: Como se caracteriza o Contexto de Serviços da UTI do Hospital? Como se configuram os Custos físico, cognitivo e afetivo nas atividades desenvolvidas na UTI do Hospital? Quais são as estratégias de mediação adotadas pelos trabalhadores no desenvolvimento do trabalho? Os principais resultados demonstraram um contexto de serviço precário (falta de material, falta de suporte organizacional, falhas na supervisão das atividades dos técnicos, dificuldades no relacionamento entre colegas e com o paciente) e com índices críticos no Custo Humano do Trabalho nas suas três dimensões: física (dores no corpo e cansaço), cognitiva (processamento de vários
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Katia Barbosa Macedo; Ana Magnolia Bezerra Mendes; Odair Furtado; Mário César Ferreira

School:Universidade de Brasília

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:ergonomia UTI custo humano do trabalho estratégias de mediação

ISBN:

Date of Publication:12/02/2006

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.