Details

Cotidiano e emoções no processo saúde-doença: análise psicossocial da hipertensão essencial

by Ferreira Martins, Sueli Terezinha

Abstract (Summary)
O objetivo deste trabalho é resgatar o processo saúde-doençaem mulheres hipertensas, buscando compreender o papel daexperiência cotidiana e do sentido que o indivíduo lhe atribuinesse processo.Em uma primeira fase da pesquisa foram entrevistadas 57mulheres, entre 41 e 70 anos, usuárias dos serviços de saúdemunicipal em Bauru. Foram coletadas informações sobre a origem doindivíduo, trabalho, religião, posição sócio-econômica,relacionamento familiar, saúde e expressão de sentimentos. Osresultados da primeira fase indicaram que os principais pólos detensão vivenciados pelas mulheres, e que se relacionam com acronificação da hipertensão, giram em torno da relaçãohomem/mulher: alcoolismo; agressão física à mulher e filhos;relação extraconjugal; doença do marido. O trabalho fora de casae a participação religiosa foram indicados como importantes nocontrole do nervosismo e da pressão arterial.Na segunda fase da pesquisa foram selecionados setecasos: três casos relacionavam a alteração da pressão comproblemas familiares; dois casos envolviam a participaçãoreligiosa em igrejas pentecostais; e outros dois indicavam que ahipertensão iniciou-se na última gravidez. Foram realizadasentrevistas centradas no processo saúde-doença: histórico dadoença; causalidade; tratamento e controle.A pesquisa indicou que, segundo a perspectiva dessegrupo de mulheres, os aspectos geradores de conflitos esentimentos negativos (raiva, medo, tristeza, vergonha) estãoassociados ao espaço privado, enquanto os aspectos positivos(trabalho fora de casa e participação em grupos religiosos ounão) relacionam-se ao espaço público. o trabalho e aparticipação religiosa possibilitam espaço para relações sociaise desenvolvimento de atividades que aliviam as tensões do dia-adia.A religião, no entanto, atua como controladora de emoções e,diferentemente do trabalho remunerado, torna-as mais dependentesde seus familiares.Essa pesquisa possibilitou-nos verificar que ahipertensao essencial, como todo processo saúde-doença, não selimita ao aspecto clínico. Para sua compreensão, necessita-seinseri-la num contexto mais amplo, considerando a experiênciacotidiana e a subjetividade como fundamentais
Bibliographical Information:

Advisor:Silvia Tatiana Maurer Lane

School:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:psicologia social mulheres saude mental hipertensas pressao arterial psicossomatica do adulto

ISBN:

Date of Publication:11/30/1994

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.