Details

Citogenetica comparativa dos generos Lippia, Lantana e Aloysia (Verbenaceae, Lamiales)

by Brandão, Aline Dias

Abstract (Summary)
Os gêneros Lippia, Aloysia e Lantana são morfologicamente muito semelhantes e apresentam diversos problemas taxonômicos para delimitação de suas espécies e dos próprios gêneros. No presente traballio? as espécies Lippia alba, Aloysia virgata e Lantana camara, da flora brasileira, foram caracterizadas através da análise de células mitóticas e meióticas. Diversas fases do ciclo celular meiótico foram identificadas e caracterizadas. Observou-se o comportamento nonnal dos cromossomos e a formação de 15, 18 e 22 bivalentes durante o diplóteno e diacinese, para as espécies L. alba, A. vir gata e L. camara, respectivamente. A análise das células mitóticas permitiu um estudo detalhado do cariótipo das três espécies. L. alba apresentou um número diplóide de 2n = 30 cromossomos, metacêntricos e submetacêntricos, dois pares com constrição secundária, cerca de 52 % de heterocromatina especialmente rica em A T, três pares com as regiões organizadoras do nucléolo (NORs) na região telomérica dos cromossomos, e um par de cromos somos portando sítios de rDNA 58. Através dessas análises foi possível diferenciar L. alba de L. geminata, espécies sinonimizadas morfologicamente. A. virgata apresentou 2n = 36 cromossomos, todos metacêntricos, dois pares portando constrição secundária e dois pares com NORs, cerca de 64 % de heterocromatina especialmente rica em ATe um par de cromossomo com sítios de rDNA 58. L. camara apresentou 2n = 44 cromossomos metacêntricos, quatro pares com constrição secundária e três pares de cromossomos carregando as NORs, cerca de 68 % de heterocromatina especialmente rica em CG e dois pares de cromossomos com sítios de rDNA 58. A técnica de hibridação in situ fluorescente (FI8H) mostrou-se um importante marcador citogenético, permitindo sugerir uma origem diplóide para as espécies L. alba eA. virgata (com 2n = 2x = 30 e 36, respectivamente). A espécie L. camara possivelmente tenha uma origem poliplóide (2n = 4x = 44) apesar da presença constante de bivalentes durante a meiose. Caracterizou-se também a morfologia do núcleo interfásico em células mitóticas para as três espécies, L. alba apresentou núcleo areticulado e L. camara e A. virgata apresentaram núcleos semi-reticulados. Através da análise dos cariótipos foi possível diferenciar as três espécies, corroborando diversos estudos morfológicos, que colocam esses gêneros como entidades taxonômicas distintas. No entanto, sugere-se que outras espécies sejam analisadas afim de verificar se esses parâmetros citogenéticos poderão ser utilizados como marcadores gerais para cada gênero
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Shirlei Maria Recco Pimentel; Lyderson Facio Viccini; Shirlei Maria Recco Pimentel [Orientador]; Eliana Regina Forni Martins; Lisete Chamma Davide; Ricardo Augusto Lombello

School:Universidade Estadual de Campinas

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:citogenetica cariotipos plantas medicinais

ISBN:

Date of Publication:02/14/2003

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.