Details

CASCA DE ARROZ E ESTERCO BOVINO PARA A MULTIPLICAÇÃO DE MINHOCAS E PRODUÇÃO DE MUDAS DE ALFACE, TOMATE E BOCA-DELEÃO

by Kist Steffen, Gerusa Pauli

Abstract (Summary)
As minhocas são organismos da fauna edáfica com grande capacidade de transformação de resíduos orgânicos em compostos estáveis. O potencial destes organismos vem sendoaproveitado na minhocultura, visando a produção de húmus como fertilizante orgânico, e biomassa de minhocas, como alimento para diversos animais. Entretanto, muitos resíduosorgânicos são subutilizados, permanecendo em condições que causam danos ao ambiente. O presente trabalho teve por objetivos: avaliar a utilização da casca de arroz e esterco bovino na reprodução de Eisenia andrei Bouché (1972) e a produção de mudas de hortaliças e uma espécie ornamental em substratos constituídos pelos vermicompostos estudados. Primeiramente, avaliou-se a eficiência de 30 substratos constituídos por esterco bovino e diferentes formas decasca de arroz (natural, carbonizada, moída e tratada quimicamente com álcalis) na multiplicação de E. andrei. O experimento foi realizado em casa de vegetação, sendo avaliado o número total de indivíduos jovens, adultos e casulos, a biomassa e o índice de multiplicação dasminhocas, 60 dias após a inoculação de minhocas adultas nos diferentes substratos. Em seguida, avaliou-se a eficiência da utilização dos compostos obtidos como substrato para aprodução de mudas de alface (Lactuca sativa L.) cultivar Regina produzidas em tubetes durante 30 dias. Na segunda etapa do trabalho, foi analisada a eficiência de diferentes proporções de casca de arroz natural, casca de arroz carbonizada e esterco bovino na criação de E. andrei. Asunidades experimentais constaram de sacos plásticos pretos com capacidade para oito litros, nos quais foram inoculadas seis minhocas adultas. Posteriormente, foi avaliada a utilização dos vermicompostos obtidos na produção de mudas de tomate (Lycopersicon esculentum Mill) e alfaceem bandejas de poliestireno. Na terceira etapa do trabalho, foi avaliado o potencial da casca de arroz carbonizada e do húmus na produção de mudas de boca-de-leão (Antirrhinium majus L.) cultivar Potomac Light Rose. As mudas foram produzidas em bandejas plásticas em casa de vegetação, sendo avaliadas quanto à altura, fitomassa e número de pares de folhas, 42 dias após a semeadura. A inclusão de casca de arroz ao esterco bovino favoreceu a multiplicação e odesenvolvimento da E. andrei. Os vermicompostos utilizados como substrato na produção de mudas de tomate e alface mostraram-se superiores ao substrato comercial. Os substratos casca de arroz carbonizada e húmus de minhoca, nas proporções de 80, 60, 50 e 40% de casca de arroz carbonizada adicionada ao húmus, apresentam potencial para serem utilizados na produção de mudas comercialmente aceitáveis de boca-de-leão.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Gustavo Schiedeck; Josiane Pacheco Menezes; Zaida Inês Antoniolli

School:Universidade Federal de Santa Maria

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: reprodução resíduo adubação hortaliça flor AGRONOMIA

ISBN:

Date of Publication:02/22/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.