Details

CRESCIMENTO COMPENSATÓRIO DO CAMARÃO-BRANCO Litopenaeus vannamei (Boone, 1931) NO EXTREMO SUL DO BRASIL.

by Foes, Geraldo Kipper

Abstract (Summary)
O presente trabalho avaliou a ocorrência de crescimento compensatório do camarão-branco Litopenaeus vannamei submetido a longo período de berçário em elevada taxa de estocagem e exposto às baixas temperaturas de final de inverno e começo de primavera, no sul do Brasil. Camarões foram criados em dois sistemas de cultivo diferentes: o tratamento denominado ?crescimento compensatório? (CC) avaliou desempenho de crescimento dos camarões mantidos em berçário durante 145 dias, em densidade de estocagem de 2000 camarões /m² durante o inverno num tanque de 20 m² sem sistema de aquecimento; e o tratamento controle, aqui denominado ?crescimento normal? (CN) onde os camarões foram mantidos em um tanque berçário idêntico, na mesma densidade, mas por um período de 16 dias, no final da primavera, quando a temperatura aumentou. A sobrevivência e o peso médio depois do período de berçário foi respectivamente 79,7% e 0,64 ? 0,31g para o tratamento CC e de 93,0% e 0,36 0,09g para o tratamento CN. Os camarões foram então transferidos para quatro viveiros de engorda, revestidos por PEAD (duas repetições por tratamento) e criados por 101 dias até a colheita. Durante o período de engorda, a cada 18 dias, cinqüenta indivíduos foram coletados aleatoriamente de cada viveiro e foram pesados individualmente em balança com precisão de 0,01g. Na despesca, a biomassa final de cada viveiro foi anotada e 100 camarões de cada viveiro foram individualmente pesados para determinar o peso final e a taxa de sobrevivência. Adicionalmente, a taxa específica de crescimento (TEC), a taxa de crescimento semanal (TCS) e percentagem de crescimento semanal (PCS) foram calculadas para cada viveiro. Os dados coletados foram submetidos à análise estatística de comparação de médias (teste-T). Os resultados mostraram que os camarões criados no tratamento CC alcançaram um peso médio final significativamente maior (p<0,05) que os camarões do tratamento controle (CN). A TEC na primeira biometria foi significativamente maior nos camarões criados no tratamento CC, posteriormente os camarões do tratamento controle tiveram maior TEC. Os resultados do experimento demonstram claramente que camarões mantidos em um longo período de tempo no berçário, em altas densidades de estocagem e expostos a baixas temperaturas mostraram crescimento compensatório durante o início do período de engorda. Os resultados podem ajudar no aprimoramento das práticas de manejo empregadas em fazendas de produção de camarões através da melhor utilização de suas instalações.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Wilson Francisco Britto Wasielesky Junior; Silvio Ricardo Maurano Peixoto; Mario Roberto Chim Figueiredo

School:Fundação Universidade Federal do Rio Grande

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:carcinicultura berçario crescimento compensatório AQUICULTURA

ISBN:

Date of Publication:02/28/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.