Details

Biodiversidade de mosca-das-frutas do gênero Anastrepha (Diptera, Tephritidae) no campus Luiz de Queiroz, Piracicaba, São Paulo. Biodiversity of anastrepha fruit flies (dip., tephritidae) on the luizde queirozcampus, Piracicaba, São Paulo.

by Uramoto, Keiko

Abstract (Summary)
Este trabalho foi conduzido na área abrangida pelo campus Luiz de Queiroz/Universidade de São Paulo, no município de Piracicaba, Estado de São Paulo. Teve como objetivos, determinar a composição do gênero Anastrepha Schiner, sua distribuição e a análise quantitativa da população. Além disso, verificou-se a relação da flutuação populacional com variáveis bióticas e abióticas e a associação das espécies de plantas hospedeiras, estabelecidas na área, com as espécies de Anastrepha.Foram examinadas 23.263 fêmeas de Anastrepha coletadas em armadilhas McPhail e 18 espécies pertencentes a 9 grupos infragenéricos foram assinaladas. A distribuição das fêmeas por armadilha foi fortemente agregada, com 5 armadilhas (6%) capturando 50% do total de fêmeas. Apenas A. fraterculus (Wiedemann) e A. obliqua (Macquart) foram dominantes. A. fraterculus foi a espécie mais freqüente, representando 80,2% do total de fêmeas capturadas no campus e a mais constante ocorrendo em 98,04% das amostras. Em ordem decrescente de freqüência, seguiram-se A. obliqua (12,6%), A. pseudoparallela (Loew) (3,1%) e A. bistrigata Bezzi (2,1%). As demais espécies apresentaram freqüência menor que 1%. O valor elevado do índice de Simpson (0,66) e os valores baixos do índice de Shannon (0,7521) e de eqüitatividade (0,459) resultaram da alta freqüência de A. fraterculus. Um aumento no nível populacional das espécies de Anastrepha ocorreu de agosto a novembro com um pico máximo em setembro. A disponibilidade de frutos hospedeiros foi mais determinante na variação do tamanho da população das espécies mais abundantes de Anastrepha que as variáveis climáticas. Um total de 565 amostras de frutos pertencentes a 11 famílias e, pelo menos, 25 espécies botânicas foi coletado em 47 estações de capturas. Foram identificadas 10.290 fêmeas e das 18 espécies de Anastrepha capturadas em armadilhas somente 6 emergiram das amostras de frutos: A. bistrigata Bezzi, A. fraterculus (Wiedemann), A. obliqua (Macquart), A. pseudoparallela (Loew), A. serpentina (Wiedemann) e A. sororcula Zucchi. A. fraterculus foi a espécie que infestou maior diversidade de frutos. Os hospedeiros preferidos de A. obliqua foram as espécies da família Anacardiaceae. A. pseudoparallela e A. serpentina infestaram exclusivamente Passifloraceae e Sapotaceae, respectivamente. Uma nova associação de mosca-das-frutas com planta hospedeira foi constatada: A. fraterculus em Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman (coquinho). Foi reportado o primeiro registro da associação de A. fraterculus em Manilkara zapota L. (sapoti) no Brasil.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Roberto Antonio Zucchi; Adalton Raga; Sinval Silveira Neto; Roberto Antonio Zucchi

School:Universidade de São Paulo

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords: analise quantitativa flutuação populacional mosca-das-frutas planta hospedeira

ISBN:

Date of Publication:07/12/2002

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.