Details

Bem-estar no trabalho: influências das bases de poder dosupervisor e dos tipos de conflito

by Resende, Patrícia Carneiro

Abstract (Summary)
O trabalho é reconhecido como um aspecto fundamental na vida humana. Por décadas aliteratura que o estudou voltou-se para os seus aspectos negativos na vida do trabalhador e nosresultados da organização. Porém, com o advento da Psicologia Positiva surgiu um desvio dofoco dos estudos para os aspectos positivos da vida do indivíduo. Em conseqüência destanova visão, surgiu o conceito de bem-estar no trabalho, entendido como um construtopsicológico multidimensional, composto por três variáveis: satisfação no trabalho,envolvimento com o trabalho e comprometimento organizacional afetivo. Resultados deestudos apontam que bases de poder de recompensa, poder legítimo, poder de perícia, poderde referência e conflitos de tarefa provocam impactos positivos em variáveis do contextoorganizacional, enquanto base de poder de coerção e conflito de relacionamento provocamefeitos negativos. O objetivo deste estudo foi investigar o impacto das bases de poder dosupervisor (recompensa, coerção, legítimo e perícia) e dos conflitos (de tarefa e derelacionamento) entre supervisor e subordinado e entre colegas de um grupo de trabalho nobem-estar dos trabalhadores. Participaram deste estudo 130 trabalhadores oriundos dediversas empresas do estado de Goiás. A maioria (60%) foi do sexo feminino, com idademédia de 30 anos (DP = 9,1). A escolaridade mínima foi correspondente ao Ensino médio,sendo que 52% possuíam nível superior completo e maioria desempenhava funçõesadministrativas (75%). Além disso, trabalhavam há, no mínimo, três meses subordinados aomesmo chefe e na mesma equipe. Para a medida das variáveis foram utilizadas escalasvalidadas que avaliaram os indicadores de BET, os conflitos e as bases de poder. Os dadosforam submetidos a cálculos descritivos e a análises de regressão linear múltipla padrão. Osresultados indicaram que o modelo que reunia as variáveis antecedentes (bases de poder econflitos supervisor-subordinado e intragrupal) explicou significativamente a variância doscomponentes de satisfação no trabalho (20% de satisfação com o suporte organizacional, 15%da satisfação com a utilidade social da organização e do trabalho, 19% da satisfação comrelacionamento afetivo no trabalho, 20% da satisfação com o reconhecimento profissional e18% da insatisfação com a falta de suporte psicossocial). Destacaram-se como preditorassignificativas e positivas de satisfação, as bases de poder legítimo e perícia e como preditorsignificativo e inverso de insatisfação com a falta de suporte psicossocial, o conflito de tarefasupervisor-subordinado. Os resultados sugerem que as bases de poder legítimo e períciapodem colaborar para aumentar a satisfação no trabalho e que a presença de conflito de tarefa parece enriquecer o trabalho, diminuindo a insatisfação. Tais resultados contribuem para ummaior entendimento sobre os resultados ainda inconclusivos dos temas abordados.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Maria do Carmo Fernandes Martins; Sinésio Gomide Junior; Mirlene Maria Matias Siqueira

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Bem-estar no trabalho Psicologia industrial Cultura organizacional Satisfação

ISBN:

Date of Publication:08/08/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.