Details

Bacteremia relacionadas e associadas a cateteres vascularescentrais: etiologia, patogênese e fatores de risco em uma UTI de adultos clínico-cirúrgica de um hospital universitário brasileiro

by Porto, Juliana Pena

Abstract (Summary)
As infecções de corrente sanguínea (ICS) associadas/relacionadas a Cateter VenosoCentral (CVC) resultam em aumento das taxas de morbidade, mortalidade e custos hospitalares.O objetivo do trabalho foi investigar a incidência, etiopatogênese e fatores de risco de ICSassociadas/relacionadas à CVC, em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) mista de adultos. Foirealizado um estudo longitudinal de pacientes em uso de CVC, bem como caso (pacientes combacteremia) versus controle (pacientes sem infecção) na UTI de adultos do Hospital de Clínicasda Universidade Federal de Uberlândia, no período de abril/2007 a março/2008, pelo sistemaNNIS (?National Nosocomial Infection Surveillance?). Coletas de narina e pele no sitio deinserção do CVC além do canhão dos cateteres, foram realizadas com ?swab? e cultivadas emagar sangue, MacConkey, Manitol Salgado e Sabouraud. Os microrganismos do sangue foramrecuperados no laboratório de Microbiologia do hospital e as pontas de CVC, analisadas portécnica quantitativa. Foram avaliados 502 pacientes internados na UTI, dos quais 435 estavam emuso de CVC, com 11,2% desenvolvendo infecção de corrente sanguínea e apenas trêsrelacionados ao cateter, com taxa de incidência das bacteremias primárias de 9,5/1000 CVC dias.A taxa de incidência de sepse foi de 21,3%, com as de natureza hospitalar respondendo por69,1% do total, e as comunitárias por 30,9%. As freqüências de mortalidade total destes pacientesforam de 9,3%, 40,5% e 54,5% naqueles pacientes com sepse clínica, sepse grave e choqueséptico, respectivamente, sendo a maioria dos óbitos (60,6%), durante o período de investigação,relacionados com sepse hospitalar. A investigação da origem dos microrganismos nestasbacteremias, incluindo as definidas como infecções assintomáticas (N = 17) não revelaramrelação com o canhão e/ou pele. Os fatores de risco significativos, pela análise univariada, paratodas as bacteremias, incluindo as primárias (34) e secundárias (15) foram: tempo de uso de CVCamp;#8805; 15 dias, nutrição parenteral, uso de amp;#8805; 2 ATB e colonização nasal por S. aureus. Os fatores derisco independentes para o desenvolvimento de bacteremia incluíram o uso de amp;#8805; 2 ATB eNutrição Parenteral. O Staphylococcus coagulase-negativo (SCoN) foi o microrganismo maisfreqüente nas ICS associadas e relacionadas a CVC (52,9%). A incidência de bacteremias foi alta(11,2%), a maioria primária (69,0%) associadas ao CVC, com o SCoN como principal agentecausal.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Paulo Pinto Gontijo Filho; Marcos Silva; Denise de Andrade; Rosineide Marques Ribas

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Infecção de corrente sanguínea UTI Fatores risco IMUNOLOGIA APLICADA hospitalar

ISBN:

Date of Publication:11/18/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.