Details

ATIVIDADE FÍSICA E PROMOÇÃO DA SAÚDE: UM ESTUDO COM OS TRABALHADORES PORTUÁRIOS AVULSOS (TPAs) DO PORTO DO RIO GRANDE/RS. Physical activity and health promotion: a study with Temporary Port Workers (TPAs in portuguese) from Rio Grande/RS harbor.

by Blanco, Roberto Alves

Abstract (Summary)
A investigação está inserida na linha de pesquisa Organização do Trabalho em Enfermagem/Saúde do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Fundação Universidade do Rio Grande (FURG), tendo como núcleo o Laboratório de Estudos de Processos Socioambientais e Produção Coletiva de Saúde (LAMSA), aprovada pelo Comitê de Ética na Pesquisa em Saúde da FURG e possuiu a concordância para a coleta de dados do Órgão Gestor da Mão-de-Obra dos Trabalhadores Portuários Avulsos (TPAs). O estudo teve como objetivo medir os níveis de Atividade Física Total (AFT) e Atividade Física de Lazer (AFL) dos TPAs e observar as associações com variáveis sócio-demográficas, hábitos de vida, o reconhecimento da importância da Atividade Física (AF) para a Promoção da Saúde (PS) e os indicadores antropométricos, representados pelo Índice de Massa Corporal (IMC) e pela Razão Cintura Quadril (RCQ). Este estudo realizou-se no terminal portuário do Porto do Rio Grande, mais precisamente nas sedes dos sindicatos dos TPAs. A amostra constituiu-se de 312 sujeitos, selecionados aleatoriamente, sendo que 291 participaram do estudo (93,3%). Os dados foram obtidos através de questionário e medidas corporais e foram digitados duplamente com o programa EPINFO 6.0, sofrendo posterior conversão para o software SPSS v. 13. As características da amostra foram apresentadas através da estatística descritiva; as associações entre duas variáveis foram analisadas pela regressão logística bruta, enquanto que a análise multivariada se deu pela razão de odds ajustada, seguindo um modelo hierárquico proposto. Observou-se prevalências de AFL de 25,8% e AFT de 80,5%. Apenas 31,1 % dos TPAs têm IMCnormal, ao passo que 47% estão acima do peso e 21,9% apresentam obesidade. A RCQ dos TPAs apresenta valores de 34,0%, 46,2%, 14,3% e 5,5%, para risco baixo, moderado, alto e muito alto, respectivamente, de desenvolverem doenças relacionadas ao acúmulo de gordura na região abdominal. Na análise bivariada a AFL associou-se inversamente com idade, ingestão de álcool mais de uma vez na semana, e responder de forma induzida sobre a importância de espaços para a prática de AF, importância da AF para a socialização e relaxamento. A AFT associou-se negativamente com idade e ser classificado como inativo no trabalho portuário. O sobrepeso associou-se positivamente com os ativos no lazer. Após ajustes, a AFL manteve-se associadanegativamente com idade, responder induzidamente sobre a importância da AF para o relaxamento e a ingestão de álcool mais de uma vez na semana. TPAs mais jovens, ser classificado como ativo no trabalho portuário e responder espontaneamente sobre a importância do profissional de Educação Física para a PS têm mais chances de ser ativos, em relação à AFT. Os resultados evidenciam a necessidade da realização de campanhas educacionais com os TPAs, a respeito da importância e benefícios da prática de AF para a PS, principalmente nos momentos de lazer, onde podemos ter um maior controle da intensidade, duração e freqüência dos mesmos. Ações de educação nutricional poderiam contribuir para a diminuição dos altos índices de sobrepeso, obesidade e risco cardíaco elevado na população investigada.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Marta Regina Cezar-Vaz; Raúl Andrés Mendoza-Sassi; Maria Cristina Flores Soares; Volmar Geraldo da Silva Nunes; Ana Luiza Muccillo Baisch

School:Fundação Universidade Federal do Rio Grande

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:atividade motora promoção da saúde do trabalhador SAUDE COLETIVA

ISBN:

Date of Publication:04/14/2008

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.