Details

Atividade antimicrobiana e citotóxica de extratos orgânicos e ácido barbático de Cladia aggregata (sw.) nyl

by Barroso Martins, Mônica Cristina

Abstract (Summary)
O efeito da atividade biológica in vitro dos extratos orgânicos e o ácido barbático purificado de Cladia aggregata foi avaliado sobre microrganismos patógenos e células cancerígenas. Os extratosorgânicos foram obtidos a partir de 50g do talo liquênico in natura, através de extrações por esgotamento a frio e a quente, obedecendo a série eluotrópica éter, clorofórmio e acetona. Os extratos etéreos apresentaram cromatografia em camada delgada (CCD) e líquida de alta eficiência (CLAE) com menornúmero de bandas e picos respectivamente com rendimento total de 1,690g para o extrato frio e 2,183g para a quente. O ácido barbático foi purificado a partir do extrato etéreo a quente, através de várias lavagens com clorofórmio, cuja concentração demonstrada na CLAE foi de aproximadamente 96%. Aatividade antimicrobiana foi verificada através de screening em disco, biocromatograma e concentração mínima inibitória (CMI).O teste em disco foi feito contra bactérias Gram-positivas, Gram-negativas e fungo. O biocromatograma e a CMI apenas com Gram-positivas. Os discos de papel foram impregnadoscom 21amp;#956;L das soluções dos extratos, a uma concentração de 43mg/mL e, do ácido barbático purificado dissolvido em éter e água na mesma concentração. Os resultados demonstraram atividade contra Staphylococcus aureus e o ácido barbático purificado dissolvido em água apresentou o melhor halo deinibição, 13,5mm. Os resultados dos biocromatogramas dos extratos orgânicos e ácido barbático purificado contra S. aureus, apresentaram sinergismo entre as substâncias, verificando-se a presença de um único halo de inibição ao redor do cromatograma. O ácido barbático purificado foi submetido a diluições em 9 partes a 2mg/mL e a CMI contra S. aureus ficou entre 200 - 50amp;#956;g/mL. Para os testes citotóxicos foram usados o extrato etéreo a quente a 50; 25; 12,5 e 6,5 amp;#956;g/mL e o ácido barbático a 20; 10; 5 e 2,5 amp;#956;g/mL , obtidos conforme metodologia anterior contra as seguintes linhagens de células cancerígenas: Hep-2, NCI-H292 e KB. O extrato etéreo a quente inibiu o crescimento celular em 78; 72; 70 e 60% Hep-2; 63; 61; 36 e 42% NCI- H292; 80; 80; 52 e 47% KB com CI50: lt; 6,5 amp;#956;g/mL para Hep-2 e 6,5 ? 12,5 amp;#956;g/mL para NCI- H292 e KB. O ácido barbático purificado inibiu Hep-2 em 61; 66; 54 e 49%; NCI ? H292 63,4; 61,1; 36,7 e 42%; KB 77; 71; 53 e 43%, com CI50: 2,5 - 5 amp;#956;g/mL para Hep-2 e KB e 5 amp;#956;g/mL para NCI- H292. Os resultados demonstraram que os extratos orgânicos e o ácido barbático purificado apresentaram atividade antimicrobiana frente a S. aureus e atividade citotóxica para as células cancerígenas testadas
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Nicácio Henrique da Silva

School:Universidade Federal de Pernambuco

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Atividade antimicrobiana

ISBN:

Date of Publication:01/17/2005

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.