Details

Anemia em crianças e mães de creches públicas de Natividade (RJ):prevalência, fatores de risco e validade do exame clínico palidez palmar.

by do Carmo, Lilian Rodrigues

Abstract (Summary)
Estudo descritivo de corte transversal, realizado entre outubro e dezembro de 2006, para determinacao da prevalencia de anemia global e por faixa etaria em criancas matriculadas em creches e fatores de risco associados. Realizou-se tambem a avaliacao da prevalencia de anemia em suas maes biologicas e a validade do exame clinico ?gpalidez palmar?h no diagnostico de anemia por dois examinadores treinados nas normas do AIDPI, frente ao metodo laboratorial dereferencia (padrao-ouro). Foram avaliadas trezentos e dezesseis (316) criancas atendidas em seis creches publicas do municipio de Natividade (RJ) e duzentos e quarenta e duas (242) maes biologicas. A dosagem de hemoglobina foi obtida por sangue capilar e medida emhemoglobinometro portatil marca HemoCueR. Foram consideradas anemicas as criancas com faixa etaria entre 6 e 59 meses e mulheres gravidas com hemoglobina < 11,0 g/dL, as criancas com idade > 60 meses os valores da hemoglobina < 11,5 g/dL e entre as maes nao gravidas, hemoglobina < 12,0 g/dL. Para definicao da gravidade da anemia, utilizaram-se as seguintes categorias: anemia grave (Hemoglobina < 7,0 g/dL); anemia moderada (hemoglobina . 7,0 e <10,0 g/dL) e anemia leve (hemoglobina . 10,0 g/dL). Foram obtidas medidas de peso e estatura e expressos em escore-Z e as informacoes sobre as criancas, maes, dados socioeconomicos e grau de escolaridade atraves de questionarios em entrevistas com os pais ou responsaveis. As analises estatisticas foram realizadas atraves dos testes de Kruskal-Wallis e do qui-quadrado com correcao de Yates, dos coeficientes de Pearson e de Kappa, da regressao linear multiplae dos valores de sensibilidade e especificidade. Entre as 316 criancas avaliadas, a idade media foi de 45,3 meses ?} 20,1, 52,2% eram do sexo masculino e 47,5% do sexo feminino. Das 242 maes, 14 estavamgravidas (4,4%) e a idade media foi de 26,7 anos ?} 5,9. A prevalencia de anemia global entre as criancas foi de 43,7%, sendo que 85,6% na faixa etaria < 12 meses (64,2% moderada/grave), 66% entre 12 e 24 meses (47,2% moderada/grave), 40,6% entre 24 e 60 meses (15% forma moderada/grave) e 30,9% nos > 60 meses. Entre as maes, a prevalencia foi 40,1%, sendo que 100% entre as gravidas (64,3% moderada/grave), 36,4% entre as nao gravidas (33,3% moderada/grave). Desnutricao aguda foi 1,7% em criancas nao-anemicas e desnutricao cronica 4,3% entre anemicos e 3,6% entre nao-anemicos. A idade foi o unico fator de risco associado com anemia em criancas. Em relacao ao exame clinico da palidez palmar no diagnostico de anemia em criancas, o examinador I obteve uma sensibilidade de 52,9% (IC95%: 44,2 . 61,4) e especificidade de 52,8% (IC95%: 45,2 . 60,3) e o examinador II observou uma sensibilidade de 73,2% (IC: 64,9 . 80,2) e especificidade de 38,2% (IC95%: 31,1 . 45,8). Os valores do indice Kappa variaram de 0,12 a 20 entre os dois examinadores. A anemia carencial em criancas e maes matriculadas nas creches publicas de Natividade (RJ) e considerada um grave problema de saude publica (> 40%), com maior magnitude entre as criancas menores de 24 meses e em gravidas. Osresultados baixos de sensibilidade e especificidade, assim como da concordancia no diagnostico clinico de anemia entre os dois examinadores, nao permitem a substituicao do exame laboratorialda hemoglobina pelo exame fisico, no atual contexto dessa carencia observada por esse estudo.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Joel Alves Lamounier; João Manuel Almeida Alves; Flávio Diniz Capanema

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Pediatria Teses. Dissertação da Faculdade de Medicina UFMG Fatores risco DeCs Saúde criança DeCS mulher Creches

ISBN:

Date of Publication:10/05/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.