Details

Adaptabilidade e estabilidade de genótipos de soja no Estado do Mato Grosso e reação de 111 genótipos à ferrugem asiática

by Polizel, Analy Castilho

Abstract (Summary)
Os objetivos principais deste trabalho foram avaliar a adaptabilidade eestabilidade fenotípica de genótipos de soja, no Estado do Mato Grosso, pordiferentes metodologias e identificar genótipos de soja com resistência parcial àferrugem asiática (Phakopshora pachyrhizi) sob inoculação artificial. Para avaliara adaptabilidade e estabilidade fenotípica foram instalados em três anosconsecutivos (2003/04, 2004/05, 2005/06) dois ensaios, separados por ciclo dacultura (semiprecoce/ médio e semitardio/tardio), em municípios do Estado doMato Grosso, utilizando-se delineamento experimental de blocos casualizados,com três repetições. Os genótipos foram todos pertencentes ao programa demelhoramento genético da UFU. Com os dados obtidos, procedeu-se as análisesconjuntas de genótipos x local de cultivo e de genótipos x local de cultivo x safra,e as médias foram comparadas pelo teste de Scott Knott e Tukey para posteriorcálculo da adaptabilidade e estabilidade fenotípica por sete métodos distintos:Plaisted e Peterson, Wricke, Annicchiarico, Lins e Binns, Eberhart e Russel, Cruz,Torres e Vencovsky e AMMI. O experimento para avaliar a reação quanto àresistência parcial ao fungo Phakopsora pachyrhizi foi realizado em Uberlândia-MG, em casa de vegetação, durante o período de dezembro de 2004 a fevereirode 2005 e constou de três épocas de avaliação. Foram avaliadas as seguintescaracterísticas de resistência: período latente médio (PLM), número médio depústulas por folíolo e severidade da ferrugem. Com base nas variáveis, númeromédio de pústulas foliolar e severidade da ferrugem calculou-se a área abaixo dacurva de progresso da doença. Realizou-se a análise de variância, e as médiasforam comparadas pelo teste de Scott Knott, ao nível de 5% de probabilidade.Após realização e interpretação de todas as análises, concluiu-se que asmetodologias de adaptabilidade e estabilidade fenotípica estudadas foram concordantes e complementares quanto aos resultados apresentados. Osambientes diferiram quanto à favorabilidade em função do ano agrícola. Noensaio precoce, safra 2003/04, os materiais mais produtivos foram UFU 01, Msoy8400 e Emgopa 316. Em 2004/05 foi a linhagem UFU 19, enquanto que em2005/06 destacaram-se UFU 13, 18, 22, 23, 24, 27, 28, 29, 35, 36 e Msoy 8585.As linhagens UFU 23 (safra 2004/05) e UFU 24 (safra 2005/06) apresentaramadaptabilidade e estabilidade fenotípica em todas as metodologias estudadas. Emrelação ao ensaio de ciclo semitardio/tardio observou-se melhor desempenho dalinhagem UFU 21 (Confiança x Xingu) na safra 2004/05 e os materiais UFU 18(FT 50.268-M x Msoy 8400) e 28 (IAC 8-2 x IAC 100), na safra 2005/06. Quanto àresistência parcial dos genótipos à ferrugem asiática os genótipos P 5001 eCoodetec 78 destacaram-se. As variáveis estudadas no experimento podem serrecomendadas em estudo epidemiológicos do patossistema soja x P. pachyrhizi.A análise de agrupamento permitiu a junção de genótipos com resistência àferrugem asiática.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Julio Cesar Viglioni Penna; Osvaldo Toshiyuki Hamawaki; Patrícia Guimarães Santos Melo; Antonio Orlando Di Mauro; Fernando César Juliatti

School:Universidade Federal de Uberlândia

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Soja - Melhoramento genético

ISBN:

Date of Publication:08/10/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.