Details

Acidentes de trânsito em Belo Horizonte: fatores associados aoatendimento pré-hospitalar, internações e óbitos em 1994 e 2003

by Ladeira, Roberto Marini

Abstract (Summary)
A atencao as vitimas de acidentes de transito e um desafio ao setor saude, exigindo a organizacao dos servicos em complexos arranjos capazes de oferecer tratamento eficaz. Duas das principais modalidades de atencao sao o atendimento pre-hospitalar e o atendimento hospitalar.Esta tese, apresentada sob a forma de dois artigos cientificos, investigou as caracteristicas socio-demograficas, tipo de acidente, forma de atendimento e desfecho das vitimas de acidentes de transito atendidas em hospitais de Belo Horizonte, utilizando dados de duas pesquisas realizados pela Secretaria Municipal de Saude de Belo Horizonte e Empresa Municipal de Transporte e Transito (BHTRANS) nos anos de 1994 e 2003. No primeiro artigo, produzido a partir do banco de dados do estudo de 2003, foram investigados os fatores associados ao atendimento pre-hospitalar em um sub-grupo devitimas atendidas nos hospitais participantes, cujo acidente ocorreu no perimetro urbano de Belo Horizonte (1564 vitimas). So foram estudadas as vitimas deste ano porque em 1994 ainda nao havia servico de atendimento pre-hospitalar estruturado na cidade. Das 1564 vitimas incluidas no estudo, 49,7% foram transportadas ate o hospital peloServico de Atendimento Pre-hospitalar (SAPH). Os fatores associados ao uso do transporte pre-hospitalar foram: gravidade das lesoes (AIS=2 e AIS.3), idade mais elevada (30-39 anos, 40-49 anos, .50 anos), relato de uso de alcool, tempo entre o acidente e a chegada ao hospital < 60 minutos. Foi identificada uma associacao negativa entre o tipo de vitima (pedestres e ocupantes de bicicleta) mostrando que estas vitimas apresentaram chance menor de serem transportadas pelo SAPH.No segundo artigo foi realizada uma comparacao entre as caracteristicas socio demograficas das vitimas, dos acidentes e do atendimento hospitalar realizado em 1994 e 2003, considerando que entre os dois estudos houve a implantacao do servico de atencao pre-hospitalar, a promulgacao do Codigo de Transito Brasileiro e grandevariacao na composicao da frota de veiculos da cidade. Foram tambem estudados os fatores associados a ocorrencia de internacao e obitos em cada um dos momentos pesquisados. O numero de vitimas foi 1719 em 94 e 2272 em 2003. Em ambos estudos houve um predominio de vitimas jovens e do sexo masculino. Houve uma queda acentuada dopercentual (14,5% vs. 9,2%) de vitimas com lesoes graves (AIS . 3) e um aumento significativo de vitimas que eram ocupantes de motocicleta (12,2% vs.32,8%). Em 1994, a analise univariada mostrou maior prevalencia de internacao entre as vitimas com lesoes mais graves, idade mais elevada, sexo masculino, tipo de vitima. Na analisemultivariada, permaneceu com significancia estatistica apenas a gravidade das lesoes. Em 2003, a analise univariada demonstrou maior prevalencia de internacao entre vitimas com lesoes mais graves, que relataram uso de alcool e com faixas mais avancadas de idade. Na analise multivariada, permaneceu com significancia estatistica agravidade das lesoes e o fato da vitima ser ocupante de bicicleta.Na analise de sobrevida mostraram-se associados a ocorrencia de obito a maior gravidade das lesoes e a idade . 50 anos. Os resultados mostraram que o atendimento pre-hospitalar foi responsavel por quasemetade do transporte de vitimas ate os hospitais e que o transporte pre-hospitalar esteve associado ao deslocamento de vitimas com lesoes mais graves e a um menor tempo de chegada ao hospital. Apesar de nao haver possibilidade de se aferir a contribuicao individual de cada medida na reducao da gravidade das vitimas, houve mudanca do perfil das vitimas, com menor letalidade. Os resultados apontam para a necessidade de acompanhamento sistematico da tendencia da morbi-mortalidade por acidentes de transito no nosso meio, com enfase nos fatores associados a internacoes e obitos e na analise do impacto gerado pela atencao prehospitalar e hospitalar nos indicadores sanitarios.
This document abstract is also available in English.
Bibliographical Information:

Advisor:Sandhi Maria Barreto; Maria Sumie Koizumi; Deborah Carvalho Malta; Celeste de Souza Rodrigues; Joao Baptista de Rezende Neto; Francisco de Assis Acurcio

School:Universidade Federal de Minas Gerais

School Location:Brazil

Source Type:Master's Thesis

Keywords:Tese da Faculdade de Medicina UFMG. Acidentes trânsito/tendências. DeCS trânsito/mortalidade DeCS. Morbidade Fatores risco socioeconômicos Análise multivariada

ISBN:

Date of Publication:12/12/2007

© 2009 OpenThesis.org. All Rights Reserved.